São pobres, mas felizes!

Estávamos no ano de 1990, o sol brilhava em Portugal e o futuro parecia promissor. Ana e João, recém-casados, estavam cheios de sonhos e convicções. Acreditavam no seu país, que prometia finalmente descolar das dezenas de anos de atraso, e decidiram apostar tudo nele. Com muito esforço e dedicação, abriram uma pequena empresa. O negócio prosperava e a família crescia. Em 1993, nasceu Catarina, a primeira filha. Dois anos depois, chegou Tomás. A felicidade era completa.

Solidariedade Intergeracional – A Reinvenção das Profissões

Desde há uma década que o Fórum Económico Mundial tem publicado estudos sobre profissões que irão rapidamente desaparecer e serem substituídas por outras, criadas pela evolução social e tecnológica [1]. É um dos temas que se tornou bandeira de medo e de pressão sobre os governos para a aplicação de medidas restritivas e de tentativa de bloqueio das grandes ondas de mudança mundial, medidas essas que, mais cedo ou mais tarde, se tornarão absolutamente inócuas e contraproducentes, atrasando a mudança inevitável com custos pesados para a economia e para a flexibilidade da mobilidade social.

Um pouco mais de azul

Um pouco mais de sol – eu era brasa,
Um pouco mais de azul – eu era além
Para atingir, faltou-me um golpe d’asa…
Se ao menos eu permanecesse aquém…

Mário de Sá Carneiro, “Quási” 

Era uma madrugada fria e nebulosa na savana africana. O sol ainda não havia despontado no horizonte, e a erva alta balançava com o vento suave. Um grupo de hominídeos reunia-se à volta de uma fogueira crepitante, procurando calor e proteção. Entre eles, estava Alok, um jovem caçador de olhos penetrantes e corpo atlético. Bravo e inteligente, estava sempre pronto para defender a sua tribo e garantir a sua sobrevivência. Mas naquela madrugada, algo o inquietava. O ar vibrava com um presságio de perigo, e os seus pelos começaram a eriçar-se.

O feminismo liberal na vanguarda do progresso

No passado dia 8 de março, foi assinalado o Dia Internacional da Mulher, que visa comemorar todas as conquistas alcançadas . É uma oportunidade para refletir sobre a trajetória rumo à igualdade. A defesa de causas como o direito ao voto, a equidade salarial, o aumento da representação em posições de liderança, a salvaguarda contra violência física e/ou psicológica, bem como o acesso à educação, permanece urgente, sendo que, em diversas regiões do mundo, tais direitos ainda não são exercidos.

Agenda


Pessoas
Livres

Liberdade
Individual

Mercados
Livres

Liberdade
Económica

Sociedades
Livres

Liberdade
Social

Cidadãos
Livres

Liberdade
Política

Vídeos


Ideias com J | Fernando Costa

Intervenção de Bruno Machado

Intervenção de Bruno Machado

Estado da Saúde

Ideias com J | Dinis Martins

Medina não sabe

© 2024 Iniciativa Liberal Braga