Total de taxas pagas pelos Bracarenses ao Município em 2022 (até ao momento)

LIBERDADE PARA ESCOLHER

No feriado municipal da Vermeiã, realiza-se a prova desportiva mais esperada do ano: o rali dos Cem Montes. É o acontecimento do ano, reunindo toda a população, com o principal objectivo de apreciar o espectáculo proporcionado pelo piloto António Almeida. São curvas e contra-curvas, subidas e descidas, e vários obstáculos, que proporcionam uma adrenalina considerável, mesmo para um simples espectador. É considerado, desde há muito, o melhor piloto desta prova, tendo ganhado todas as provas em que participou.

Este piloto foi escolhido pela Câmara Municipal para participar nesta prova, há precisamente 40 anos, pois dos candidatos que se apresentaram a concurso, foi o que reuniu a preferência do executivo da altura. Porém, uma das condições do concurso, era que seria o único participante, algo que se mantém até hoje.

Surpreendido?

Tem razões para isso, pois a prova e a localidade referidos, não existem.

Já quanto à lógica de a Câmara Municipal permitir haver apenas um player numa actividade, não causa qualquer surpresa, mesmo que as suas capacidades para o desempenho das funções, sejam reduzidas. E como sabemos que são reduzidas? Como sabemos que há outros potenciais players que iriam sair-se bem melhor naquela tarefa?

As pessoas sabem. Cada um de nós sabe comparar a qualidade de serviços que obtém dos vários operadores. Cada um de nós escolhe o hipermercado, o restaurante, a loja de roupa e o canal de televisão. E escolhe, porque pode escolher. Porque há vários operadores e a oferta é variada.

Já o mesmo não se pode dizer relativamente à escolha do fornecedor de águas e saneamento, que tem de ser a AGERE, no caso de Braga. Nem faria qualquer sentido, pois colocar duas ou três condutas de abastecimento de águas, lado a lado, é multiplicar os custos desnecessariamente. Isto é um caso típico de “monopólio natural”: existem economias de escala que tornam o custo unitário mais barato à medida que vai aumentando a produção.

O mesmo não se pode dizer da TUB (Transportes Urbanos de Braga). É a única empresa autorizada a realizar o transporte colectivo de passageiros no município de Braga. As ruas do município de Braga são compatíveis com qualquer veículo de transporte de passageiros, seja ele da TUB ou de outra empresa qualquer. Há economias de escala nos transportes públicos? Com certeza que pode haver, tal como há nos hipermercados e nas estações de televisão. Mas não é por isso que temos um monopólio nestes sectores.

A concorrência dá-nos a possibilidade de escolher os serviços que mais se adequam às nossas necessidades. Tal como acontece com o sr. António Almeida, também a TUB é considerada desde há muito, o melhor player na sua actividade, ganhando a preferência de todos os utilizadores de transportes colectivos de Braga. Simplesmente, porque não podem escolher; ao contrário do que acontece com o hipermercado ou o canal de televisão. Quem ainda se lembra de como era ligar a televisão e apenas poder sintonizar a RTP? Ou quem pode imaginar como seria?

Nota: inspirado em “A verdade”, Vida Económica, nº 94, de 2 de Março de 1990

Correio do Minho  

27, Fev 2022

 

Agenda


Pessoas
Livres

Liberdade
Individual

Mercados
Livres

Liberdade
Económica

Sociedades
Livres

Liberdade
Social

Cidadãos
Livres

Liberdade
Política

Vídeos


Seguro de Saúde Municipal

Mensagem de Rui Rocha

Intervenção de Bruno Machado

Estado da Saúde

Invasão da Ucrânia

Rui Rocha pede responsabilidades

© 2022 Iniciativa Liberal Braga